A história do cardume, que sempre possui um peixinho arisco que se distancia dos demais para, por uma curiosidade só dele, conhecer o que  os outros não atinam em arriscar. Estes últimos, são meros coadjuvantes e o peixinho arisco é o protagonista de uma linda história de vida. É assim na natureza ... uns são protagonistas e outros são coadjuvantes ... estes últimos, existem simplesmente .... somente para perpetuar a espécie. Quem vive realmente,  são os ariscos… quem nasce para VIVER está sempre pronto para desfrutar, compartilhar, somar junto com outro protagonista, a maravilha de serem iguais. Protagonista não da própria existência, mas da VIDA.

4 comentários:

Norb Lage disse...

A história do cardume, que sempre possui um peixinho arisco que se distancia dos demais para, por uma curiosidade só dele, conhecer o que os outros não atinam em arriscar. Estes últimos, são meros coadjuvantes e o peixinho arisco é o protagonista de uma linda história de vida. É assim na natureza ... uns são protagonistas e outros são coadjuvantes ... estes últimos, existem simplesmente .... somente para perpetuar a espécie. Quem vive realmente, são os ariscos… quem nasce para VIVER está sempre pronto para desfrutar, compartilhar, somar junto com outro protagonista, a maravilha de serem iguais. Protagonista não da própria existência, mas da VIDA.

Katia S.C.N. disse...

Eu me indentifico com o peixinho arisco. Nunca me conformei em viver na zona de conforto e não acredito em quem me diz que não sou capaz.

NorbertoLage disse...

E o que tem encontrado ao longo da exploração de novas experiências ?

Unknown disse...

Sejamos protagonistas...